terça-feira, 2 de novembro de 2010

Uma Porta grande que se abre e outras menores que se fecham.

"Porque uma porta grande e eficaz se me abriu; e há muitos inimigos"
 1ª Coríntios 16:9

Particulamente, eu não tinha noção do tamanho do incômodo que eu estava causando quando decidi abrir mão de tudo aquilo que me prendia dentro da religião, daquela visão pequena e limitada do Reino de Deus.

Quando assumi minha nova postura, de não ser mais um manipulado religioso, dei minha cara a tapa, ciente de que, seria excomungado, esculachado e ridicularizado por aqueles que não abririam mão de sua sede pela fama, riquezas e pecados.

O interessante, que o velho Sérgio, aquele que outrora era considerado um pregador itinerante dentro de um contexto pentecostal, era paparicado, e sempre tinha seu ego amassageado por aqueles que o consideravam um tipo de exemplo nesse meio. Afinal, seguia todas as regras evangélicas e religiosas. Me formei no seminário ainda muito jovem, me casei dentro dos padrões religiosos, e, particulamente, não tinha sequer uma mancha no meu caráter cristão.

Tinha convites para está pregando praticamente todos os dias. Em congressos e mais congressos, e quanto mais pregava, sentia que dentro de mim, faltava algo que ainda não era o primordial. Me sentia como uma lata vazia, que fazia muito barulho, bonito até por fora, mais por dentro seco e vazio.
Quando fui alcançado pela Graça Irresistível de nosso Pai Celestial, e entendi de verdade o que era desfrutar da liberdade para que Cristo havia me chamado, logo, cheguei a conclusão, que minhas mensagens e preleções, não passavam de mero sensacionalismo para apenas satisfazer o público que precisava de um animador de púlpito para se sentirem ungidas e poderosas, e assim, "pisarem na cabeça do capiroto".

Eu era uma espécie de frentista espiritual, que era convidado para abastecer os "carros" daqueles que estavam ali para buscar "pudê de G-zuzes".E pasmem, quanto mais famoso o frentista fosse, e se ele gritasse, pulasse e desafiasse o diabo, maior seria o show de poderes extraordinários naquele congresso.

Bom, quando a porta da Graça escancarou-se para mim, obviamente me desvinculei de todo esse sensacionalismo. Minhas mensagens e preleções não eram mais as mesmas, não sabia mais falar de outra coisa que não estivesse relacionado aos Evangelhos. E esses tipos de mensagens não causam sensacionalismo entre a cristandade. Não são temas de grandes congressos. Foi aí que os convites pouco a pouco foram desaparecendo. Não só eles, mais também as saudações típicas como: "Paiz du Sinhô, irmão", também deram lugar apenas a um "olá" sem nenhuma emoção.

Quando resolvi entrar de vez nesta porta chamada GRAÇA, e pregar contra as obras da Lei que englobam toda essa religiosidade medíocre, até os "olás" sem emoção, deram lugares ao desprezo, ao ponto de ver aqueles que anteriormente me chamavam de ministro, "doutô em tiologia", atravessarem a rua para não cruzarem com alguém tão insignificante como eu.

As portas foram se fechando uma a uma, não que eu tivesse o interesse de que elas continuassem abertas, pois, qualquer oportunidade que tivesse para falar da Graça, eu jamais recusaria, mais elas se fecharam porque os fariseus não suportam serem chamados de sepulcros caiados ou de raça de víboras.
Hoje, tenho a consciência que uma porta grande e eficaz se me abriu, e que entre ela, existem muitos inimigos. Mais quando olho apenas para a porta aberta, não consigo reparar nos adversários. Pois, esta porta escancarada, me constrange muito. Consome todo o meu tempo e minha atenção. Não consigo centralizar meu pensamento em outra coisa que não esteja relacionado a ela.

Vou seguindo o exemplo do meu Mestre Jesus, deixando com que os mortos enterrem seus próprios mortos,  levando a cada dia minha cruz e seguindo seus passos.

Em Cristo, que nos advertiu dizendo: "Felizes são os que sofrem perseguições por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus." (Mateus 5:10)

9 comentários:

  1. Graça e paz, pr. Mto bom o artigo.Me indentifiquei com o texto, não por ser uma pregadora, q vai em congressos e tal,ainda falta mtoo pra isso..rs.. mas por ter deixado de ser manipulada, por ter aprendido a pensar no q creio e o pq creio.O 'engraçado' é que para os fanáticos religiosos do meu convívio, eu sou uma desviada, atribulada. rsrs...Mas quem é q resiste a essa Graça?!
    Deixo um trecho da música de João Alexandre - Mtamorfose...

    "E pra trás tanta coisa já ficou, como eu era
    Já não sou, pois alguém me mudou. Ah!
    Quando penso nas loucuras e aventuras que passei,
    É verdade Jesus: Mudei!
    Mudei! Mudei! Mudei!"

    Deus te abençõe, querido! =)

    ResponderExcluir
  2. Graça e Paz Denise. Fiquei muito feliz com seu comentário. Assim como você, tenho falado, diariamente, sobre essa liberdade que temos em Cristo Jesus. Fico tão sedento que não consigo falar de outra coisa.

    Para os Fariseus, também estou desviado ou sou um enganador, e até há os que falam que estou sendo usado pelo demônio, mas quando lembro que com o Mestre fizeram a mesma coisa, isso me traz muita paz no coração.

    Siga em frente gozando dessa liberbade maravilhosa que a Graça nos proporciona, e passe adiante, tenho certeza que muitas pessoas serão livres das algemas da religião, assim como nós fomos.

    Beijo no coração!

    ResponderExcluir
  3. Nossa Pr. que texto, parece que vejo o Sr.relatando toda minha vida desde comecei até o dia de hoje,só mudou os personagens, hoje sou uma "desviada" e até tenho orgulho disso, pois muito tempo estive no "caminho" mas fora do alvo, hoje não busco mais a graça e sim ela me alcança a cada dia, quando reconheço que sem Deus nada sou,interessante que nossa vida tem evoluído a cada dia e a vida dos "ungidus" continua na mesma miséria não financeira mas espiritual,achei interessante quando o Sr. disse que hoje não vê mais adversários, uma coisa que era insistentemente pregado por nós,rsrs
    Deus continue te abençoando

    ResponderExcluir
  4. Val, minha irmã, e posso dizer, minha amiga em Cristo.
    Este meu texto tem o perfil de tanta outras pessoas que sofreram da mesma forma que um dia sofremos.

    E minha maior felicidade, é ver que tantas outras pessoas tem alcançado, diariamente, esta Graça que nos traz uma liberdade tão grande e tão serena.

    E realmente Val. Antes olhávamos tanto para os adversários, que não percebíamos o tamanho da Porta que estava escancarada para nós. Mas, a partir do momento, que percebemos que a Porta é grande demais para preocupar-nos com coisas tão pequenas e medíocres, os adversários tornaram-se apenas porteiros que sustentam esta Porta chamada GRAÇA aberta.

    Afinal, quem seria Jesus senão existissem os fariseus, saduceus, escribas, doutores da Lei, Pôncio Pilatos e etc?

    Foram eles que fizeram com o que sacrifício de Cristo fossem ainda mais evidente. Ou seja, são eles que nos promovem nos céus :)
    Beijos amiga!

    ResponderExcluir
  5. Gostei do texto,Reverendo! Se todos os animadores de auditórios tivessem essa mesma postura,a igreja hoje estaria muuuuito diferente.E aí sim,poderia haver um verdadeiro crescimento dela,com graça e conhecimento!

    Só não concordo muito com a questão da Lei,mas isso já é outro assunto!

    Abç

    ResponderExcluir
  6. Olá Paulo Henrique, Graça e Paz.
    Obrigado pelo comentário amigo, e desde já, fique a vontade para postar suas discordâncias e críticas que serão muito bem vindas.

    No mais, que o Pai lhe abençoe poderosamente em Cristo Jesus.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Sérgio, graças a Deus também fui transformado por essa maravilhosa Verdade! Antes eu era um religioso também, querendo buscar pela força do braço (que é a oferta, que é o sacrifício e muito mais) para agradar a Deus. Nossa! Quem lê a bíblia vai encontrar toda a liberdade que Cristo nos proporciona. A Aliança passada não funciona mais! Quem vai entender isso? Quem pode compreender isso? Simples, é só ler a bíblia! Mas a luta é muito grande, acredito que juntos temos a responsabilidade de combater todo esse farisaismo que está instaurado em praticamente TODAS as igrejas evangélicas. Sérgio, gostaria de saber se você ainda frequenta os cultos religiosos e cheios de regras para se achegar a Deus. Como você está fazendo agora? Podemos conversar e manter contato para juntos crescer ainda mais essa Liberdade! Graças a Deus pelas escamas que caíram dos nossos olhos!!!

    Deus abençoe ricamente a todos que ainda não foram impactados por essa Verdade, pois nós já estamos abençoados pelo Senhor Jesus. Amém!!!
    Qual é o seu email?

    ResponderExcluir
  8. Olá Thiago, quando vc postou este comentário nos contatos, caiu automaticamente no email e lhe respondi por lá.

    Que bom que tenha gostado do blog e se identificado com ele. Procuro o máximo possível compartilhar dessa maravilhosa liberdade que hoje eu tenho em Cristo, e assim, ajudar a pessoas que como eu, um dia foram aprisionadas e sofreram do mesmo mal que eu sofri.

    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  9. Eu também acordei para realidade, fico muito contente por ter mais pessoas despertando, e vendo em cristo o caminho a verdade e á vida.
    Vou deixar meu e-mail para contato meus irmãos; thiagobreno68@yahoo.com
    Que a paz e a graça esteja com todos.

    ResponderExcluir